Escolha o seu!

Yorkshire, Bloodhound e Doberman

Originalmente, os cães foram adotados e domesticados por se mostrarem úteis, os chihuahuas costumavam manter as tarântulas fora das casas ,os cães pastores mordem os calcanhares dos bezerros, para controlarem a sua direção, os cães de guarda por serem os sentinelas.

Foi então que apareceu a criação de cães propositalmente selecionados com a intenção de produzir, preservar e melhorar essas características desejadas de cada raça e também em remover características físicas e genéticas indesejadas, traços mentais, e doenças

Um grande exemplo disso é o Border Collie, raça que melhorou sua agilidade, compreensão e tamanho para se tornar o cão pastor perfeito, graças a anos de criação seletiva.

A maioria dos criadores faz o possível para remover características indesejáveis ​​de uma linhagem ou raça em particular. Quando feito corretamente e com o tempo necessário, a reprodução seletiva pode remover doenças hereditárias, como displasia de quadril ou cotovelo , alergias, epilepsia e muito mais , bem como melhorar temperamentos e aumentar características genéticas específicas, como inteligência ou velocidade capacidade de faro.

 

Criadores responsáveis.

Temos muitas funções e responsabilidades no planejar e criar uma ninhada. Teste de saúde deve ser feito nos pais, devem ter certificação que comprovem o padrão da raça e / ou são capazes de desempenhar as funções para as quais foram criados. Deve haver uma avaliação rigorosa na escolha do par que irá produzir uma ninhada para que melhore a qualidade da raça. Os filhotes devem ser paridos e criados em ambientes limpos e quentes, com os melhores cuidados físicos e a socialização de que precisam. A estimulação emocional e mental é necessária para que eles realizem seu potencial genético. Todos esses itens são muito importantes na criação.